Coração conhece…

Ah! Meu amor, como explicar a vastidão
de tanto amor que sinto por ti!?

Me entreguei intensamente, e agora?
Busquei-te no lugar mais belo…
Nada exige, simplesmente aconteceu…

Se em sonhos te encontro!
É porque realmente me entreguei inteira,
transbordei-me de amor…
É como se palavras falassem por mim…

Conheço quando se entristece e se alegra
e nada explica este motivo!
Desta telepatia, somente o universo…

Dizem que para o amor chegar, não há dia,
não há hora marcada nem momento
para acontecer…
Ele vem de repente e se instala no órgão
mais sensível de nosso corpo…o coração…

Boa tarde

E o tempo mudou tão de repente
que não tive tempo para me preparar,
e a dor que eu sinto, mas que ninguém sente,
começa na alma para no corpo se espalhar.

E o tempo mudou sem nenhum aviso,
nem mesmo um amigo para me alertar.
No peito um talho, um corte preciso,
na mente, memórias que começam a falhar.

E o tempo mudou do azul para o cinza,
ao longe montanhas que não consigo alcançar,
o vento que uiva já não é a mesma brisa
que os meus cabelos vinha acariciar.

O tempo mudou um tanto sorrateiro,
da minha agonia veio zombar.
Eu, arrogante, me julgava o primeiro,
e hoje não tenho do que me orgulhar.

O tempo mudou como era sabido,
somente um tolo para não acreditar,
que o tempo passado é tempo perdido,
e o que ainda me resta, só tempo dirá…

Olhe bem em meus olhos

Olhe bem em meus olhos, veja!
Amo -lhe tanto que me perco
perco-me toda na minha loucura,
com o corpo trêmulo de desejo.

Mas errei, me perdi e nada fiz
Na ânsia de amar, enlouqueci
Minh’alma entrou em conflito,
Nesse imenso e árduo labirinto.

Ouça-me, esqueça todo passado
E, sem medo vamos recomeçar,
dois insanos amantes a se amar.
Não prometo romance perfeito
Mas gritarei alto com coração,
minha louca e intensa paixão…!