Inteira

Não é que eu queria
Construir um novo mundo
Eu só queria fazer parte deste
Estar na vida de alguém
E eu descobri que é a sua vida;
Eu regressei os meus sonhos
Para junto dos seus.
.
Eu estou inteira
Não estou pela metade;
Ainda vou caminhar
Na sua direção
E te abraçar;
.
Eu sei
É uma cena típica
De um romance,
Mas aqui o cenário
É de um amor real.

Naquele outono cinzento

Há momentos da vida que nos

Marcam e canções que

Trazem a tona momentos que

Marcaram o passado;

Eu ouço canções

Que para você são bucólicas

E lembro-me de cada detalhe

Dos meus momentos de desejos.

Lembro que te quis

Naquele outono cinzento

Quando as folhas caíam

Em direções opostas e eu

Querendo o calor de seu abraço;

Que te desenhei na minha vida

E te abracei como

O meu eterno amor;

Meu corpo hoje te deseja

E nem sequer posso ouvir

Seus passos subindo a minha escada;

A minha pele se arrepia;

Sinto que me aproximo de ti

Em cada nanossegundos

Dos meus pensamentos;

Sou a sua sacrossanta musa,

No meu casebre de madeira

A espera do toque dos seus beijos

E o perfume do seu corpo

A me embriagar.

——————————————————