IV Concurso Internacional de Trovas da OMT México

TEMA: INFÂNCIA
VETERANOS – VENCEDORES 
1º Lugar – JERSON LIMA DE BRITO – Porto Velho/RO
Numa velha prateleira,
dois ‘retratos’ me comovem:
a foto da infância arteira;
o espelho, que esconde o jovem…
 2º Lugar  – CEZAR AUGUSTO DEFILIPPO – Astolfo Dutra/MG
Mostra a vida, discrepância
na demência de meu pai,
– ele, que não teve infância,
hoje da infância não sai…
3º Lugar – JOSÉ ALMIR LOURES – Astolfo Dutra/MG
Ao ver meu pai na alegria
de brincar com o neto seu,
tive a impressão que vivia,
a infância que não viveu.
4º Lugar – ANTONIO COLAVITE FILHO –  Santos/SP
Infância desamparada,
alvo de muitos discursos,
quase sempre é contemplada
pela falta de recursos…
5º Lugar – JOSÉ MANUEL VELOSO GALVÃO – São Paulo/SP
A velhice que ora chega
olha atrás, e na distância,
com saudade se aconchega
aos velhos tempos de infância!
MENÇÃO HONROSA
1º Lugar – GLÓRIA TABET MARSON – São José dos Campos/SP
Lembrança viva da infância,
sempre me põe a pensar:
nada era em abundância,
mas tudo encantava o olhar!
2º Lugar – DULCE ROCHA DE MATTOS – Niterói/RJ
Infância, véu da saudade,
de folguedos povoada,
sorrisos, felicidade
pela vida abençoada.
3º Lugar  – RENATA PACCOLA – São Paulo/SP
Minha mãe, do amor escrava,
com seu carinho e constância,
era a fonte que irrigava
o jardim de minha infância!
4º Lugar – EDNA GALLO – Santos/SP
Da  infância,  dias  risonhos,
eu  guardo  a  doce  lembrança
quando  embalava  meus  sonhos
nas  cirandas  da  esperança !
  5º Lugar –  HENRIQUE EDUARDO ALVES PEREIRA – Ocara/CE
Cena mostrando a verdade
vejo sempre na distância:
vai bem a frente a saudade,
e muito atrás – minha infância!
MENÇÃO ESPECIAL
1º Lugar – REGINA RINALDI – São Paulo/SP
Nossas crianças queridas,
sofrem com o isolamento.
As liberdades tolhidas,
uma infância  de tormento.
2º Lugar – NADIR NOGUEIRA GIOVANELLI – São José dos Campos/SP
A saudade  mais  lembrada,
seda  pura, na  memória,
rococós,  roupa  adornada…
Nossa  infância, bela  história!
3º Lugar – DULCÍDIO DE BARROS MOREIRA SOBRINHO – Juiz de Fora/MG
A minha infância remonta
estações primaveris…
A brincar de faz de conta
eu, sem nada, era feliz!
4º Lugar – ALBA HELENA CORRÊA – Niterói/RJ
Bendita é a fase da infância:
todos brincam, como irmãos !
O tempo cria a distância:
vai-se a paz… soltam-se as mãos!
5º Lugar – ANA MARIA GUERRIZE GOUVEIA – Santos/SP
A infância é lembrança viva
do meu lar de antigamente.
Tendo cadeira cativa,
ocupando a minha mente!
NOVOS TROVADORES
1º Lugar – Francisco Maia dos Santos – Caicó/RN
Infância é como um jasmim,
de fragrância passageira;
é uma flor que tem seu fim,
entre as demais da roseira.
2º Lugar – ROSANA MONTERO CAPPI – Campinas/SP
Aquela doce fragrância
guardada lá na memória
boa lembrança da infância
pedacinho de uma história.
3º Lugar –    FÁBIO SIQUEIRA DO AMARAL –  Bom Jesus dos Perdões/SP
Da antiga infância… Que sinto?
Juventude? Não provei…
Se eu falo em saudades… Minto!
Lembro só… Quanto chorei…
4º Lugar – ABELARDO NOGUEIRA – Aracoiaba/CE
Há! Minha infância querida!
Lembro com muita saudade
das coisas simples da vida,
de ser feliz de verdade.
5º Lugar – SUELY RIBELLA – antos/SP
Um tempo que longe vai
e recordo com alegria
é a infância, quando meu pai
me apresentou à poesia…
 Fonte: Maria Luiza Walendowski